segunda-feira, abril 24, 2006

Esta foto tinha de vir "pó blôco"...!!!!!!!

Bairros Sociais.
Sempre que passo nas traseiras do nosso agrónomo este é o cenário que se me apresenta: alto contraste. Grandes e bons carros. Estão quase sempre por ali. E pensava eu que os Bairros Sociais eram para famílias carenciadas. Quem tem uma viatura dessas deve passar muitas dificuldades, principalmente no fim do mês em que tem de pagar os 4 euros de renda. Pelos vistos, os donos dos carros, vivem de “trabalho amaricano” e estão a ocupar apartamentos a famílias que deles realmente tinham necessidade. Ou nível de vida do Regado está muito elevado (o que era bom) ou a falta de fiscalização e a morosidade da nossa Justiça continuam iguais a si próprias.
Para eu ter a carrinha da Mercedes da foto tinha de vender o meu apartamento. Mas eu também só trabalho 7,5 horas por dia, deve ser essa a diferença.

PS: o número de “comments” não tem sofrido alterações mas realmente tem aumentado, é um erro do servidor. Posted by Picasa

23 comentários:

Luzinha disse...

Bombas,

Estes nossos vizinhos, fazem umas obras excepcionais na sua modesta casita, continuam a pagar os 4 euritos, e assim vão poupando dinheirito para comprar grandes "bombas"!

E os desgraçados dos necessitados continuam nos bairros de lata!

Ou então não...Há crédito para tudo e mais alguma coisa!

Mas a verdade seja dita...o Regado já mudou mt...lembro-me q qd vim morar para o amial, até tinha medo de ir a casa da minha avó sozinha...

Todos os santos dias se ouviam discussões e viam-se agressões...

nuduart disse...

É verdade tudo isso,mas desculpem. Convenha-mos, que deve dar cá uma pica morar no regado, senão, vejámos, com exemplo de TV inLouco:

C.S.I... cenas que poderiam muito bem fazer parte de um qualquer episódio deste.

National Geographic: há uma árvore no regado que dá peças de motas!

Pimp my ride: Concentrações em doses elevadas de Azeitunning's

Motors: Entrada no bairro do regado, em frente ao largo... quando não fazem a curva, entram na casa da Avó Vasconcelos...

Vale tudo: As cenas de pancadaria, já foram melhores, sim sr. Agora é mais tiros...

..............................FIM.

"sarafim coelho" disse...

se morar no regado é assim
eu queria morar numa favela
o meu sonho é morar numa favela

Nocas disse...

Isso dos carros ainda n sbia...mas os miudos do Regado lá da minha escola andam todos com Telémoveis todos Topo de Gama e 3G!!!

Anónimo disse...

é o piquenique, é o piquenique...
já tou atrasado.
é sempre a mesma cousa
é sempre por causa das mulheres

bombas disse...

gande piquenique
é para repetir (acho que por todos) mais vezes e com mais gente...

Luzinha disse...

Deve ter sido :(

Eu n pude ir, apesar do feriado estive a trabalhar...

mudanças, mudanças, a qto obrigas!

Reitor da Universidade Gabriel Alves disse...

Eu não queria ser apelidado de Vestal, mas aquele 'convenha-mos' do segundo comentário incomoda-mos (aos meus ouvidos, claro).

Quanto aos carritos, ó/oh bombas, isso é terceiro-mundismo. Então aquela gente não pode ir à Credifin e pedir 500 Euros para a entrada ? O resto depois se vê.

:)

Pedro Galinhas disse...

O seu a seu dono, antes de mais. A avó não é Vasconcelos, mas sim Cunha da Costa. Vasconcelos é por parte do Pai Fausto e do seu Pai Vasconcelos.
O que eu penso em relação aos carros é que eles são muito bons. Eu se vivesse no Regado não tinha um BMW ou um Mercedes mesmo que o pudesse comprar. Preferia talvez comprar uma casa melhor. Mais tarde comprava o carro. Quanto a mim não combina. Exemplo: Engato uma gaija na Foz, com o meu Mercedes último modelo e mais as minhas roupas GANT e LACOSTE. Depois vou apresentá-la aos meu pais no Regado. Não estou contra nada nem ninguém do Regado nem de qq outro bairro social. Apenas acho que as prioridades do português continuam a demonstrar uma mentalidade pequenina. Isto é histórico. No séc. XVI os estrangeiros que por aqui passavam admiravam-se como num país com tão fracos recursos qualquer um queria ser "DOM" e qualquer uma "DONA", que em outros locais da Europa era sinal de alguma grandeza material ou de sangue. Ficou o hábito e quando falo de alguma senhora digo a "SRa Dona qualquer coisa".
Enquanto formos assim, africanos da europa, não vamos muito longe, porque nos afastamos do que realmente interessa...

juninho petrolina ôx minino tá ligado disse...

Qu num podi ter mercedes e morar em favela qui nada! Lá no Rio tem favela como o Morro do Alemão em que os cara tem Chevrolet último modelo, tá ligado? É tudo uma questão de imagem, tá ligado? Lá no Brasiu se queremo impressionar uma mina nós nunca leva ela pra casa. Vai no motel, no seu carrão. Pra elas é meia gozada andar no seu carro bonito e brilhoso. A outra mitadi da gozada é você qui vai ter qui fazê. Faiz gostoso com ela, tá ligado?

bombas disse...

Dr. Galinhas e as suas lições de História tão bem contadas. Então Portugal é um país de fracos recursos? As rolhas, o azeite, os azeiteiros, o vinho do Porto, a costa Atlântica, a mão de obra qualificada que importamos do Brasil para os bares de alterne e para os consultórios de Estomatologia e até (de vez em quando) para uma equipa de futebol, o Cozido à Portuguesa, a galinha na cataplana, etc, etc, tudo isso são recursos, pá.... tás armado em quê? vai lá pá terra do juninho para ver se é melhor.
Ainda ontem te vi com calções "Super Crawford" todos cagadinhos (imagem a publicar) mas nem assim deixaste de os usar.
e como diz o outro, :)

Dr.Lux0 disse...

LOL.
Bons comments, cada um mais marado que o outro.
O regado é igual a qualquer outro bairro social - quem não gasta na droga pode fazer como diz o reitor e o resto logo se vê, hehehe.
Btw, o piknike (leia-se picnáique) foi bom, mas soube a pouco. Tive de sair a meio da tarde e quando tudo se estava a compor - O Galo deu uma malho fenomenal ("eu bi tudo") quando mostrava as suas habilidades em terreno lamaçento com aguadilha. Ficou com os calções lindos! Parecia que estava de caganeira e não conseguiu conter uma farpa monumental. O resto (os morfes, o tempo, o pessoal, o "cumbíbio", o local, a bola, a fogueirinha, etc.) esteve à altura. Muito bom. Fazia já outro amanhã (um gajo faltava, e tal...)
Hehehe

Pedro Galinhas disse...

Sim, o pic-nic foi qualquer coisa...aquele ar, as crianças à bulha, o sol, os rissóis de carne e...a bola, quanto a mim a maior invenção depois do preservativo.
Os amigos, companheiros, as mulheres doa amigos (boooooas!), as crianças a dar caldos e a fazer cócó pros sacos quase todas ao mesmo tempo...e a bola a saltar...

mulher "boa" do amigo disse...

HEHEHEHE
hehehehe
hihihihi
hahahaha

Zé Vasconcellos Q. disse...

Boa tarde, esta é para o Galinha, a avó não é Costa, é Cunha.
Gostava de ter ido ao pic-nic, mas tive em Moledo a passar o fim de semana prolongado.
Bjs, para todos os Amialenses.

Anónimo disse...

Daahhh!!!

Bahhhh!!!

Tu não és Queiroz?!

Então ela é Costa, pelo casamento!!!!

Zé Vasconcellos Q. disse...

Não, a avó não ficou com Costa, peolo casamento!!!!!

Zé Vasconcellos Q. disse...

Bom dia, Galinha tens razão, a avó
é Costa.
Bjs

n@rcoleptic disse...

sinceremente axo k os senhores "kekes" da rua engenheiro carlos amarante, devem ser uns frustradotes idiotas. morei no regado durante 26 anos. nasci, cresci e licenciei-me neste bairro. o k vocês se eskecem de dizer é k vocês são os grandes clientes dos traficantes. branca, castanha e axe era sempre com fartura no bloco 12. vocês não eskecem isso pois não? alguns de vocês andaram a comer as putinhas do nosso bairro, mesmo casados, não se esqueceram pois não? ganhem juízo. pode ser k o nocas e o serafim coelho saibam do k vocês escrevem deles..
dura lex sed lex "betinhos"

bino gordo disse...

nudart: deves estar a precisar de ter um extintor no anús para começares a cagar grosso porque fininho já tu falas que pareces um GAY.
esqueceste foi de referir que onde tu moras dava para fazer um jardim zoológico de 1ª categoria.

PEDRO MECO disse...

nuduart: AVISO: 23ª CONCENTRAÇÃO GAY NA RUA ENGº CARLOS AMARANTE, NO DIA 25 DE JUNHO, NÃO FALTES, A TUA PRESENÇA É IMPRESCINDÍVEL.

Anónimo disse...

Ó n@rcoleptic tu ke já és doutor!!ou coisa parecida por acaso nao estudas-te na escola do bairro do amial?
Então não te armes ao parvo! e quanto a coelhos e nokas gente podre como essa temos nós todos os dias junto ao nossso quintal há 44 anos quando abrimos o estor das nossa janelasé o ke se vê.Pode ser ke um dia a Eta faça um b..... ao s blocos e possamos a ver campos verdejantes com vaquinhas verdadeiras a pastar como eu via dantes ke saudade!!!!

Anónimo disse...

Caroços e Vasconcelos pedro e galinhas! não tenham inveja dos donos de esses carros, sou vosso vizinho e andei convosco ao colo não admito que se tornarssem tão(dor de cotovelo) das pessoas do regado os donos são meus amigos e apenas uma familia com firma digna e respeitavel comtrês filhos e pais atrabalhar das 6h as 22h todos os dias.Admira-me a vossa mentalidade filhos de engº.s tambem sou e doutores fazerem estes comentários? Sejam Adultos e não desprezem quem não conheçam.
J.A.