quinta-feira, março 31, 2005

Encontro dos desaparecidos!


Velhos, velhos são os trapos! Aquilo a que me foi dado a reparar, há muita gente com papos. Papos aqui, papos ali e papos acolá. Tudo corpos esculturais. Espelhos em casa, devem estar todos fodidos, ou atão as mulheres dizem: "Estás muito lindo".
Já há muito tempo que não via tantos moucos a jogar à bola... e a pagar! Comentários ao jogo... Qual jogo? O jogo de sábado!
Vou começar pela minha equipa!
Pipo (Dr.Careca II): O único que se safou apesar de ter trazido um chapéu.
João Martins: Nem caga nem faz orvalho, não faz um caralho.
Caroço: Equipado dos pés à cabeça, torna-se muito pesado para jogar à bola.
Galinha: Pés, melhor que o Macarty, gula até dizer chega, precisava de uma bola só para ele, já não estava habituado a jogar com ele, esqueci-me de levar a bola para ele.
Equipa seguinte:
Maxado: Tira o lugar ao Vitor Baía, Pinto da Costa ainda não o descobriu.
Pimenta: Pimenta no cu dos outros é fogo, ahhhh, pimenta branca.
Ratola: Cada vez pior! Também jogar sem óculos, não admira.
Nuno (funky): Um pé para cada lado, bola ao meio nem acerta com o esquerdo nem com o direito, resumindo, cochinhas!
Bombas: Qual bombas? Aquele era um clone, não o reconheci...
Desde já agradeço os parabéns. Entretanto aproveito que me foi díficil reconhecer alguns jogadores, pois já desde 1913 que não os via. Um dia destes estais a convidar amigos para jogar a bola, sem saberdes que eles já faleceram ou andam de muletas.
Tenho saudades de atirar uns nacos de pão, encher uns pratinhos com ossos, ser expulso de restaurantes, de bares, e outros locais, estais todos a ficar fodidos. O comboio, partiu-se aos bocados.
Marcai um jantar! Ou um almoço, para partirmos aquela merda toda!
Tenho dito...


Ass: Júlio Barbosa! (aka Tio Júlio)

quarta-feira, março 30, 2005

Parabéns Galinhas, Tio Júlio e D. Helena


Não sabiam? Pois é, o Tio Júlio tem um Restaurante onde vai ser o jantar de anos dele própio e do GALINHAS. A especialidade é Galinha no espeto! Posted by Hello

terça-feira, março 29, 2005

Gandas Machos da Bola!!!!


Breve comentário ao jogo de Sábado no Power Soccer.
Análise geral: Árbitro - regular e sem erros que influenciassem o resultado. Relvado em bom estado e clima propício à prática desportiva: (nem muito frio, nem muito quente). Assistência: Um espectador (membro de uma claque do Norte Leonino) (P. Kokas). Hehehe

Tudo ao monte e fé em Deus. Tácticas? Que é isso? Acho que nunca vi um jogo tão fraquinho. Nunca vi todos a jogar tão pouco e tão mal. Todos? Não!!! Houve uma excepção da qual, na análise individual, falarei. Jogo facilmente ganho pela equipa sem coletes cuja tal excepção ajudou a materializar. A parte positiva foi a de não ter havido (só pode ter sido por milagre) lesões graves nem gravinhas, nem tão pouco grandes discordâncias em relação à arbitragem (faltava lá o canjas, hehehe, mas estava o caroço)
Fizemos um bocadinho de exercício físico, o que já é de salutar, e finalmente percebemos que já não temos quinze anos nem sessenta e cinco kilhos de peso.
Deu para aliviar a tensão e o stress e para levar para casa milhares de bolinhas pretas para as patroas (ou mães) desatinarem ca gente. Alguma emotividade no início mas logo deu para ver quem ia ganhar, perdendo, por isso, a chamada pica. A vitória ajusta-se e não teve contestação. Foi a força da técnica contra a técnica da força. Hehehe (nem uma nem outra)
Análise individual
Coletes: Pipo- esteve muito bem nos últimos momentos do jogo com algumas saídas às pernas dos atacantes evitando assim um descalabro ainda maior. Quando veio à frente, também correu muito e atrapalhou a equipa adversária. Nota 7.0
- Caroço - O velho relógio Suíço está nitidamente a ficar sem pernas e por conseguinte comete alguns erros o que faz com que nos poupe os tímpanos a todos pois já não tem tantos argumentos nem moral como quando fazia de gestor da equipa. Nota 3,32. - João Martins - Muita potencialidade mas deve andar com medo de se lesionar. Pé canhão direito muito perigoso. Algumas boas assistências para golo desaproveitadas pelos colegas.Perde por estar sempre a queixar-se e por dizer sempre “NOSSA”. Nota 4,5.
- Galinhas - Esperava menos dele. Surpreendeu pela positiva em raça mas muito perdulário em frente ao Ricardo (Machado). Já o vi ser ao contrário, ou seja, menos forma física mas mais jeitinho e calma com a bola nos pés. Nota 4.5 -Finalmente o regresso do Carqueja - Ex-treinador de futebol de salão. Muita ciência e muita teoria. Mas com aquela forma física, até podia ser o Maradona. Óptimo na recepção da bola (bééu) e no passe em profundidade. Também me surpreendeu pela positiva. 1º porque teve coragem de ir jogar e depois porque eu esperava ainda menos dele. Os de colete podem-lhe imputar as culpas em algumas coisas mas não da derrota. Nota 6.0 (pelo esforço).
S/Coletes (dream team hehehe): Machado - Irrepreensível na baliza. Sem ele as coisas não teriam sido bem assim. A tal excepção de que falava. Grande forma física (na baliza) Defendeu tudo que era possível. Traído num dos golos por minha causa, e nos outros por ser impossível defendê-los. Mesmo no final fez uma gincana de categoria culminando com uma bela assistência para golo. Nota 10,0 - Bombas (eu) - 98 Kilhos. Tá tudo dito. Fixei-me à frente do Machado e de lá não saí o jogo todo. Maus passes em profundidade e falta de ar. Nota 3,33 (mais um décimo que o Caroço hehehe)
Ratola - longe vão os tempos em que aquele corpo longuilíneo corria o jogo todo e em que não deixava o adversário jogar em paz. Pediu-me, já com os bofes de fora, por várias vezes para trocar com ele, mas eu ainda estava pior. Marcou alguns golos e tentou triangulações, algumas com êxito. Nota 5,6 . - Dr. Funky - Também sem pernas mas... Foi o goleador da equipa. Ajudou no que pode. Não deu sarrafada. Triângulou quando foi preciso e algumas saíram lindas. Não barafustou muito com o Pimenta o que é raro. Nota - 6,5. Por último o Pimenta - Nulidade completa, mas compensada com dois ou três golos com ambos os pés. Muito parado e com ar de controlador de trafego. Com aquele corpinho Danone, é sempre de se lhe pedir muito mais, mas o diabo do rapaz anda cansado demais com o seu trabalho e deve ter medo de partir outro dedo salvoseja. Nota 3,31.

E pronto , recomenda-se e deve-se repetir muito mais vezes para não ficarmos com as veias e artérias muito entupidas com os colesteróis.
Gostava que alguém tomasse mais iniciativas destas. Não é preciso estar dependente de um luso-bresileiro-de-lisboa (esse sim, ama o futebol)

PS- esta é a MINHA análise...

Beijinhos e bora lá repetir antes de os músculos arrefecerem...

sábado, março 26, 2005

terça-feira, março 22, 2005

ATÃO CARALHO?...

Não gosto de monopolizar, mas já que não escrevem nada aqui vai aço.

Este amialense vai colocar-vos questões realmente profundas, para que possamos discuti-las. Eu vou colocar umas questões e depois espero que vocês saibam responder-me. Podem aproveitar para malhar em mim, bater no ceguinho, ou, por outro lado, elogiar-me, bajular-me e beijar o meu pene, até porque não tenciono ficar chateado com ninguém. A troca de idéias é salutar e factor de progresso (se bem que não estou a ver que tipo de progresso atingiremos aqui!).

Questão 1 - Porque é que eu estou à 6 meses de férias, aproveitando a desculpa da tese de mestrado?
Questão 2 Porque é que escrevo para este blog?
Questão 3 - Porque é que ainda não fui ao pito desde que cheguei do Brasil?
Questão 4 - Porque é que vocês estão a responder-me?


O vencedor ganhará um jantar em Restaurante à minha escolha (claro!!). Claro que jantar comigo não constituirá um grande prémio, mas foi o que me lembrei. Quem não quiser ganhar o jantar basta não participar.
Os critérios da escolha da melhor resposta são: humor, pertinência e clareza.

P.s-jantar será realizado num dia a combinar, nos próximos dias, no Porto



ECOS DO AMIAL, O ÚNICO BLOG QUE OFERECE ESTADIAS NO BRASIL E JANTARES!!!

sexta-feira, março 18, 2005

SALVOSEJA

Espero que esta te encontre tal qual tu sois, já que enquanto sois o que sois não sois outro, e, acima de tudo sois o mesmo salvoseja.
Estava a pensar aqui pros meus botões, enquanto lavava os colhões, que a minha querida avó tem 96 anos salvoseja. Não foi bonito pensar na minha avó enquanto ensaboava os quilhos, mas lembrei-me dela com ternura, e sobretudo, fiquei pasmado ao enumerar mentalmente alguns factos pelos quais ela passou, salvoseja:
-Nasceu em 1908, no ano do regicídio
-Tinha 2 anos quando, em 1910, se iniciou o regime republicano

-Era mais velha que a Irmã Lúcia, quando esta terá visto salvoseja a Nossa Senhora, em 1917
-De 14 a 18 sentiu de perto as emoções da I Grande Guerra, certamente ouvindo a Rádio de bábulas.
-Em 26, tinha a minha avó 18 anos, o Salazar era convidado a compôr o quilhagésimo governo republicano em 16 anos.
-O anjo do Hitler foi eleito em 1933, a minha avó já passava dos 20

-Em 38, o Tratado de Munique, última tentativa de salvoseja travar a Guerra (esta foi pra meter nojo)
-Pacto Germano-Soviético, em 39 (ehehehe)
-Avancemos: em 69 o homem chega à Lua, e só por acaso salvoseja, a minha avó com 61 ano (ihihi) não foi a primeira mulher a pisar a Lua

-O salazar aleija-se por esta altura, e a minha avó ainda nem uma dor de cabeça tinha tido, tão nova que era
-A guerra colonial, começada em 61, acabaria em 74, tinha eu 6 anos e a minha avó 68. Ganharia nesse ano o Concurso de Miss Portugal, tão conservada e bonita estava, apesar dos seis, salvoseja, filhos
-Avancemos: O muro de Berlim caiu em 89, salvoseja, e aminha avó estava com 81 anos, já com bisnetos de barbas.
-Os maricanos fizeram duas guerras no Iraque e lá continuam, bem como a minha avó aqui

-Em 2008 salvoseja descobre-se o famoso Macaco Marciano em Marte, fez a minha avó 100 anos
-Em 2010 cai uma bomba no Largo, fruto de um ataque do Gang S.Tomé, visando postos avançados do Gang do Carcaças, lederado pelo Escultor intelectual Júlio.
-Em 2012 o seu neto Pedro ganha um óscar de melhor actor no filme " DA MOVE", realizado pelo também neto Fausto.
-Salvoseja em 2021 Plutão torna-se colónia da terra, após violenta guerra com centenas, salvoseja, dezenas de mortos

-And Soyone, and soyone
Podíamos continuar, mas eu estou com uma doença terminal, já com 86 anos, uma doença nova salvoseja chamada F.R.I.D.A (Fortes Reumatismos I Dores
Anais) e estou cansado. Felizmente a minha avó salvoseja trata de mim...


pEDRO vAZ dE gALINHAS

quarta-feira, março 16, 2005

AMIAL CITY

Este é o sítio do qual se fala e escreve neste Blog.
Muita água (inquinada, já se sabe porquê) correu e correrá.
Como podem observar, o prédio da Susaninha desapareceu com
as últimas enxurradas. Tem chovido muito, eu sei mas a qualidade é que não era boa.
Não sei para onde os três (susana, ivo e mateus) vão viver agora.
Aceitam-se donativos para a sua reconstrução.
Podem depositar na seguinte conta:112 000 021 00014785675
Muitos obrigados...


Eis o Largo...

terça-feira, março 15, 2005

E nisto, diz-me ela assim...

Amigos e amigas, não se façam rogados, completem lá a frase!

O autor da frase mais espantabulástica, ganhará a oportunidade de visitar o verdadeiro, o genuíno, o gajo, esse, sim! Pedro Vaz de Galinhas!

Boa sorte!
PARABÉNS, PARABÉNS E PARABÉNS

Parabéns Dr. Lux0 e...

...Anabela e Bernardo!

Muitas Felicidades e muitos anos de vida!

segunda-feira, março 14, 2005

HISTÓRIA DO AMIAL

...A VERDADEIRA.

D.Fernando assim o quis
Em 1376
O lugar do Amial ficaria
Local de lazer para reis

Ali chegaram nobres,
condes, princesas, corceis
Mas com eles as putas,
o vinho e os bordéis

Eis que um ano porém
Que Senhor El-Rei morreu
E o Amial, ele também,
Um pouco se esmoreceu

Corre o ano, vem o século
Pobre Amial esquecido
Até que um dia surgiu
Um homem esclarecido

D. José se alembrou
Que algures em tempos idos
O Amial foi sucesso
Local de putedo e vinhos

Assim a corte mudou
Para as sombras dos amieiros
Não só putas pra lá foram
Mas também os paneleiros

Rapé, droga, coca-cola
tudo ali se consumia
Caldos, fumo e santola
Sexo anal, que grande orgia!

Broche, minete, tudo vale
Baixa a cueca ó princesa
Queres uma foda na cama
Ou queres em baixo da mesa?

Padres, Bispos, donzelas
O Amial estava no mapa
Todos ali afluíam
Até que apareceu o Papa

Parem já todos com isto
Estamos num reino cristão
Enquanto o Papa falava
Uma aleivosa meteu-lhe a mão

Ó instrumento sagrado!
Que pau teso tinha o Irmão
Venha aquela meretriz
Para lhe tirar a tesão

Pobre Amial, terra sagrada
Invadida por esta gente
A água ficou enquinada
Ainda hoje se sente...


pEDRO vAZ dE gALINHAS

quarta-feira, março 09, 2005

PROCURA_SE


Procura-se o maior Terrorista do Amial : MOAHMED ORELHAS.
REWARD: Estadia em Pernambuco com tacho e mulatas à descrição.
Noutros tempos, o bandido era capaz de proporcionar ao pessoal amigo pequenos almoços e lanches das mercearias locais (por ex. em Albufeira) sem gastar um tostão. Até no continente de Matosinhos tentou fazer desaparecer um guiador debaixo do seu casaco de couro. Ninguém se apercebe da sua perigosidade dada a sua cara de Anjinho e o seu ar de ingénuo. Poupou 10 contos para mandar um carro para a sucata e quase matar os seus dois companheiros de viagem. Por aí se vê a pessa...
A última vez que foi visto estava (talvez) sobre efeitos de estupefacientes à procura do caminho para o seu Doutoramento (conforme mostra a foto). Com certeza que, após tanto o procurar, já o encontrou, uma vez que dele deve estar a usufruir e por isso ninguém lhe bota os olhos em cima. Deve estar a leccionar na UTAD onde há belas alunas prontas a tudo, realço, TUDO, por uma bela nota...

Alto!!! Acabo de receber informações fidedignas (Interpol e NBA) Afinal ainda não encontrou o seu caminho...Continua desaparecido e sem dar notícias. De certeza que está com saudades das aventuras em África, em Itália ou no Médio Oriente e está a imaginar onde voltará a atacar (coitadas das próximas vítimas).
Acho que isto de Doutoramentos e Mestrados põem o pessoal marado da tola..
Um em Barcelona, um em Madrid e agora outro no Brasil..Jesus Mostrai-lhes o caminho da verdade...

Ele é daquelas pessoas que só é capaz de dizer carambas, chiça, xixi ou cocó em vez de merda. Palavrões, nem vê-los ou ouvi-los.
Mesmo assim acho que é uma pessoa que faz muita falta a este blog, pois ele é sem dúvidas nenhumas um dos fundadores do Largo/Amial (ele é do tempo em que um maço de kentuques custava 5 tostões). Estranha-se por isso o seu veneno oculto nos comentários deste sítio lindo da Internet... Sim temos saudades..Muitas, mesmo... Volta que estás perdoado... Volta por favor

segunda-feira, março 07, 2005

Dr. Diplomado

Por este título ninguém saberá do que falo. Ou quase ninguém!
Diz-te alguma coisa, Galo?
Poizé, em primeira mão vos apresento a mais famosa Banda Desenhada da passada década de 80! Aliás, ía ser a mais famosa, se fosse publicada... ou se fosse acabada... Mas não foi, e por isso rectifico: Em primeira mão vos apresento a Banda Desenhada da passada década de 80, que tinha as maiores probabilidades de poder ser a mais famosa da altura.
Recuemos pois, ao calorento verão de 1986. Mais precisamente ao dia 15 de Agosto de 1986 (feriado), pico de verão. O sol cozinhava a mioleira nas quentes horas do meio do dia. Na altura tinha cabelo, mas mesmo assim...
Um dos pontos de encontro era a casa da minha avó. O meu primo Galinhas morava lá por estar a estudar no Porto (ou porque era pobre, não sei bem), e o quarto dele era o nosso «auberge». Tanto para estarmos quentinhos nos dias frios, como mais frescos nos dias quentes (apesar de ser virado a sul). Aquele quarto ficou famoso por várias razões. Desde dar peidos para dentro de frasquinhos decorativos com tampa e depois dar a cheirar a outros (estando a contar ou não) ou mesmo deixar "conservado" para sentir o aroma nos dias seguintes (acho que o recorde foi de 3 dias com o cheiro pestilento), até fazer bandas desenhadas em feriados, passando por diversas peripécias que não são (agora) para aqui chamadas.
Nesse dia 15 de Agosto (neste momento devem estar a pensar: "como é que ele sabe a data tão precisamente?" vão saber mais adiante), começamos a engendrar uma banda desenhada actual, irreverente e chocante (completamente alucinada, pra ser mais exacto). Pusemos mãos á obra e eis que saem os primeiros rascunhos:



Depois de ultimar pormenores, passamos ao ataque (não me lembro se no próprio dia ou se no dia seguinte):



Não tivemos oportunidade (nem vontade) para terminar esta tão desafortunada pérola da Banda Desenhada portuguesa de Ficção Científica e Condilomas Acuminados.
Mas penso que, se ainda existirem aqueles famosos frascos cerâmicos, se consegue, pelo ADN - através da análise peidófila profunda ao cataclismo e à frequência do uso intestinal das partículas incrustadas na cerâmica vitrificada-, chegar ao principal contribuidor nessas olimpíadas em plena casa da “Vó Lice”!

Lembravas-te, Galinhas?


DICA:
podem clicar nas imagens com o botão direito
e escolher "guardar como" (save as) no vosso
desktop p.ex., para visualizar em tamanho real

domingo, março 06, 2005

ECOSDAQUIDELONGE

I
SURUBA

Muito me apraz saber que o Canjas, a Carla e e Eurico estão em Londres. Quem me ouvir pensa logo em suruba, mas sabemos que não.
Ora, ora, que má lingua do caralho! Isto faz supôr que se alguém vir o Boudu, a mãe e o pai, ou, outro exemplo, o Padre José, a minha avó e a D. Lídia, prontos, já vai haver molho! Claro que não.
O que eu espero é que eles saibam aproveitar o tempo. Eu faria o seguinte: começava o dia na Paramount Sreet, a comprar batatas fritas de pacote "Suq maidiq" e a beber Sprite. Em seguida iria ao Moda Foca Avenue, ao Royal Museum Of Imperial Faques Indi Esses, ver os restos mortais da Diana, já que esta é uma exposição itinerante e, como tal, temporária. Jantaria no célebre BigBallsBen, umas gambas recheadas com atum Tenório e acompanhava de um Dão Vat 69, encorpado e afrutalhado.
Acabava a noite no Jime Sumerville Café, já que os Gays levam altas gaijas. No Domingo descansava na famosa Praia Beach. Não conhecem?

II
LONDRES

Agora o que eu espero sinceramente é que o Canja e o Eurico não venham cheios de vaidades. Estou mesmo a ver. Cheios de tangas, e o caralho, que aquilo é que é um país, a mostrar as libras e os panfletos que colecionaram. Estou já a imaginar, a falar do nevoeiro, a mentir que viram o Zé Mourinho, que foram ali e acoli. Estou mesmo a ver, que tanga do caralho. E nós fartos de saber que eles estão na Granja.

III
BUNDAS

Desculpem-me por eu insistir, mas eu gostava de vos ver na minha situação:
Olho para a esquerda e fico parvo. Olho pra direita fico burro. Entro na farmácia e vejo o que nunca tinha visto. Vou ao Shopping e parece que estou a ver um jogo de ténis, vou à praia e tenho erecções repetidas. Por vezes a ejaculação acontece. Entras em casa e é o que é.
Bundas, ceiras, pandeiros, pandecos, rabos, cús...DEUS É BRASILEIRO, CARALHOOOO!!!

Beijos

Assinatura personalizada:
pEDRO vAZ DE gALINHAS

quarta-feira, março 02, 2005

FESTA AMIALENSE

É o aniversário da minha irmã, e o meu cunhado a passar música anos 80. Me goes...

terça-feira, março 01, 2005

ECOS de PERNAMBUCO

I Sport Comércio e Salgueiros.

O popular clube de Paranhos, o maior do nosso Amial, caiu nas ruas da amargura e até no Brasil já o sabem. Folheando outro dia um dos três diários do Recife, o Jornal do Comércio, encontrei uma espantosa noticia. O Salgueiros prepara-se para ser o pior clube do mundo, mercê das 23 derrotas em outros tantos jogos, e não sei quantas dezenas de golos sofridos, numa das divisões secundárias do futebol português. Esta noticia ganhava importância aqui porque há um clube brasileiro que é considerado o pior do mundo, mas o Salgueiral prepara-se para lhe retirar essa galardão. Antes o Salgueiros que o Belenenses. Antes qualquer um que o meu Belenenses.

II Conto do dia

Acordei. Fui lá fora varrer as folhas do jardim. Enquanto as limpava, o meu cachorrinho, pensando que eu brincava com ele, espalhava as já amontoadas folhas novamente com a sua delicada patinha. Ouvi alguém chamar pelo meu nome. Não entendi bem quem era. Sei que a voz era de alguém que acordava, uma voz preguiçosa, um chamado implorando a minha presença. Resisti. As folhas primeiro, caralho. Mais um chamado, e outro, ainda outro. As folhas primeiro, caralho. Quando ouvi outra vez a voz, ouvi-a já mais próxima. Olhei. Era ela, pele côr de canela, os cabelos frisados compridos, aqueles olhos escuros, rasgados. A roupa dela estava no armário, porque ela não trazia nem uma pecinha naquele corpo firme e quente.Vem, vem mi acordar. Eu lhi ajudo depois. Fui.... Enquanto isso o meu cachorrinho espalhava as folhas todas pela relva...

III Domingo, dia de Brega

O Brega é um tipo de musica e dança popular em que, normalmente uma cantora, dizem as coisas mais óbvias, mais baixas, mas também mais verdadeiras, que possam existir. A dança é muito interessante porque homem e mulher dançam agarrados e FODEM POR CIMA DAS CUECAS, por assim dizer. Toda e gente dança Brega ao Domingo, seja na rua, no barzinho da esquina, seja num quintal de uma casa.

Eu gosto assim
eu gosto quando você sobe e desce
e fica em cima de mim
tirando a roupa
me deixa louca
louca de amor
Vou-te chupar todinho
vou chupar no canudinho
ás 5 da manha

ou ainda

dança da pombinha
essa pombinha é uma gracinha
liberta essa pombinha
ela está toda molhadinha
ou simplesmente
chupa toda, chupa toda
chupa toda, chupa toda
And soyone, and soyone.
Claro que eu já dancei o Brega. Aliás, aderi imediatamente. Os velhos não criticam, os novos gostam. Agora também vos direi que existem mulheres com quem dancei que o pau subiu de imediato e outras que o pau até murchou. Pelo Brega se poderá ver a compatibilidade sexual dos parceiros, a faísca, a química, como alguns gostam de dizer.
Aos interessados eu digo que o Brega consta das actividades a desenvolver caso venham visitar-me e visitar o Nordeste. E mais vos digo. Brega só no Nordeste. Não aprobeitaindes não.

Beijos

Pedro Vaz de Galinhas