sábado, março 25, 2006

O dia dos CHUÇOS partidos

Ouvi dizer que anteontem foi dia dos meteorologistas. Sinceramente, e se me permitem o «suponhamos», quem quer que (fonha-se, 3 quês de uma assentada!) ande lá em cima a controlar os dias disto, daquilo e daqueloutro, enganou-se na tecla de selecção e escolheu «o dia dos chuços partidos»! Claro que se pode fazer a relação meteorologista - tempo - tempestade - chuvas e vira-ventos tudo a sete mil e quinhentos. Eles eram guarda-chuvas por aqui, por ali e por acolá. Nos passeios, nas ruas, nos contentores de lixo, em cima de carros, atcétra, atcétra, não havia sítio por onde passasse que não visse um chapéu-de-chuva (à moda da mouraria) desfeito. De todas as cores e feitios, de todas as formas e tamanhos, com cabo de madeira ou metal, com punho enrolado ou em forma de falo, eles andavam por aí aos pares e aos montes. Foram pra cima de 50 durante o meu dia de trabalho na mui nobre e leal cidade invicta. Tive a oportunidade de fotografar alguns com o meu Sorry Aricson, que vos mostro mais abaixo. O meu chuço ficou no carro, quietinho, não lhe fosse dar uma coisa qualquer que o mandasse para o cemitério dos guarda-chuvas (não relacionar com guarda-abel). Ouve quem me dissesse que ia fazer uma colecta desses desmembrados objectos e que os ia levar ao "garageiro" para posteriormente os vender (!). A conclusão lógica deste dia é que já não se fazem chuços como antigamente. Ou "derivado da crise", ou o povo prefere comprá-los nos chinocas por 5 aérios. Anteontem, os mesmos chinocas, aumentaram as vendas em 500%, certamente. Se os chuços fossem como os de outros tempos, com varetas maciças que davam pra fazer arcos e flechas que serviam para caçar lagartixas e outras aves de capoeira, certamente veria velhinhas a praticar para-pente por entre prédios e casas, ao invés deste cenário macabro de chuços sem vida, espezinhados e atropelados cruelmente quando ainda davam as últimas. Quantos não dariam o cú e 5 tostões para poderem falar e se recusarem a sair para a rua com os seus donos...
Façamos um minete de silêncio...
[1 minete]
Aproveito para convocar uma greve geral de guarda-chuvas quando as condições meteorológicas não forem propícias ao bem estar dos mesmos.
Fica o apelo.

7 comentários:

Luzinha disse...

O meu Chuço é tão fote, tão fote q num partiu ;)
E eu não ando de carrinho ó maninho!

Lembro-me q estava a descer Mousinho da Silveira e fiquei tão cansada de ir contra o vento e fazer tta força c o meu chuço fote, mas n godo ;) :D

Andre C Vasconcellos disse...

Lamento, mas não sei do que falas. Aproveito para dizer que ontem foi o meu 1.º dia de praia do ano, e já deu para apanhar um escaldãozinho. Opções de vida! Ehehe.

Luzinha disse...

Eiiiiiiii! maninho, não gozes quem é "pobre"!!!
Não te esqueças q vens passar uma temporada por cá... ;D


Espero qd eu estiver por aí tb dê para gozar uma rica praia!

bombas disse...

Caro Luxo:
mais uma vez tens parcialmente razão. Ou seja:: o dia era tão mau que nem os chuços à moda antiga resistiam. Eu levei um ultra resistente e o cabrão ia-se, pura e simplesmente, desintegrar caso eu não o fechasse ao chegar à Batalha. É que a zona é tipo gelataria il bimbo em que os quadrantes ventosos para lá migram todos ao mesmo tempo. E eu vi CENTENAS de chuços desfeitos e a VOAREM. É vero. Vi passar um carro de mão dos Lixeiros CHEIO de gurda-chuvas desintegrados, isto por volta das 11 horas da manhã.
Mas tens razão na qualidade dos chuços chineses, pois não aguentam mais de três dias calmos de chuva.
Até agora, a única coisa boa que encontrei nois chinocas foi uma lanterna das pequenas que dão uma luz branca espectacular. Até aproveito para apelar a toda a gente que se deixem de merdas e comecem a comprar (quando há alternativa, claro) produtos Portugueses ou pelo menos Europeus e deixem de comprar essas merdas amaricanas e asiáticas, principalmente as duas, que são produzidas em países que não respeitam em nada os direitos Humanos... Mas isto era tema para um post...
está lançado o réptil...
Ena!!! já tiraste as letrinhas... iuuuupiiiii....

bombas disse...

E tens razão em mais uma merda: os arcos e flechas feitos de varetas de gurda-chuva (aliás, acho que eram só feitas as flechas) eram um espéctáculo...
Um dia o meu querido irmão apanhou-me pelas costas e amandou-me uma flechada de vareta de chuço que se me espetou no pescoço... Caí redondo no chão... Ainda hoje tenho pesadelos com isso... O psiquiatra diz que só me passa quando me vingar de forma macabra... Já pensei em amarrar-lhe umas pedras ao pescoço e atirá-lo ao rio, mas a merda vem sempre à tona... lololol
não lhe façam queixa que eu escrevi isto... senão espeta-me com o garfo na mão como já o fez quando éramos chavais...

Pedro Galinhas disse...

Mais um poster de altíssima qualidade..eheheh..os chuços...belo tema. Não posso deixar de dar uma pequena nota historiográfica sobre o chuço:
o chuço era a arma das milicias populares que, em tempo de guerra, aumentava o contigente de pessoal para a guerra. Por exemplo, nas invasões francesas, o chuço serviu para matar franceses. Como era barato (era uma pequena e rudimentar lança) o povo recrutado à força e à pressa lá ía com o seu chuço espetar os invasores. Não sei exactamente se o chuço depois virou chapéú de chuva(ehehehe)ou já havia sido inventado, mas o que é certo é que por estas bandas o nome "chuço" ficou, designando o guarda-chuva. Também tenho um comprados nos chineses e que não vale um charuto (não cubano)estando a desmembrar-se. O cabo sai, as varetas estão degradadas, o tecido rompeu...como não uso muito, continuo com ele..
O André anda a meter nojo com o sol. também andei a meter durante uns tempos e agora sei o que é. É como ofender os trabalhadores das obras, estacionando o teu ferrari, é como tirar um chocolate às crianças, como tirar a gaija da frente quando estás quase a vir-te (no caso do Bombas é como se lhe tirarem o gajo de trás)...
Há-des cá vir, miudo...

M J VASCONCELLOS disse...

As fotos estão muito giras, tens uma imaginação, vocês não têm mais nada que fazer em casa? parece que não. Ó Sr. juiz como te envejo, passar fins de semana na praia s/ nortadas sem chuva Bjs.