quinta-feira, dezembro 14, 2006

À LEI DA BALA

Cerca das 11 horas do dia 11(ontem), a Tia Quitéria chegava ao portão de cá de casa. Vinha trazer a Nicole, que tinha passado uma semana no interior de Pernambuco, Águas Belas, o nome desta pequena cidade no agreste nordestino. Abri ligeiramente o portão com o comando, quando percebi a sua chegada e ainda vislumbrei o reboque do carro do Banana, o condutor que uma vez por semana transporta gente do interior até ao Recife. A Tia Quitéria ficaria umas horas connosco, até à hora da partida do Banana, fazendo o percurso inverso. O tempo passava, o Banana tinha prometido vir cedo, porque são altamente desaconselháveis as viagens nocturnas para o interior. Os assaltos são frequentes. O Banana não chegou e nunca vai chegar a mais lado nenhum, a não ser que exista céu. O Banana foi assassinado, em sequência de assalto, duas horas depois de deixar a Nicole em minha casa. Uma bicicleta com uma alma sebosa armada montada, obrigou-o a parar, a sair do carro, baixar-se, aplicando-lhe em seguida uma receita de 2 tiros na cabeça, li hoje na Folha de Pernambuco de manhã cedo e vi em todos os noticiários, mais tarde. A Adriana chorou copiosamente. Conhecia o Banana havia anos: "bichinho-lamentava-o homem só pensava em trabalhar e não fazia mal a ninguém!"
Não havia ainda meio ano o mesmo Banana tinha levado uns tiros e raspão, também em consequência de tentativa de assalto.
Ficámos todos chocados. Quando esta triste realidade se aproxima de nós, matando amigos, conhecidos, quando não parentes, tudo à nossa volta aos nossos olhos se torna mais perigoso, embora eu saiba que daqui uns dias tudo terá passado e o Brasil será outra vez um paraíso do turista e do criminoso. A impunidade é enorme e quanto mais avançamos para o interior, mais isto é verdade. Por cinco reais o impiedoso matador tira a vida a qualquer um.
Este acontecimento conteve-nos a alegria, perturbou a paz de espírito que vivíamos e de alguma forma manchou as férias. Como o Banana é moreno, é do interior e não é rico, a polícia não se esforçará muito para encontrar o assassino.
Outro dia mataram um estudante branco em Boa Viagem, bairro nobre, Zona Sul e não foi difícil descobrir e apanhar o culpado...

10 comentários:

boudu disse...

aqui por 1 real comemos um cachoro,5 ostras, 1 hora na net, jogamos no bicho, comemos um espetinho e bebemos uma skoll. tudo isso custa 1 real mas aqui por 1 real perde-se a vida quer seja no Ibura, favela entra a pulso ou mesmo na marginal de Boa viagem. tudo tem o seu valor aqui menos a vida humana. é o paraiso lado a lado com o inferno... Todos os dias na televisão são exibidos programas só de noticias de mortos e feridos... todos os dias morrem dezenas de pessoas assassinadas... todas as suas historias diferentes e no entanto todas elas iguais..morreu de morte matada ou de morte morrida so que estes ultimos só são noticia se forem pessoas importantes.. esses morrem de morte morrida. os outros são mesmo vitimas de morte matada... Morrem dos de 8 anos e os de 80. Matam todos aqueles que conseguirem pegar num "trezoitão" ou num "doze".. o resto depois de amanha já ão será noticia. haverá certamente outras historias diferentes para serem contadas... é a terra do actor, do cantor e do matador...

e viva o "brasiu" vissi...

bombas disse...

duas questões:
porque o alma sebosa gastou dois bala no cara???? uma bastava, com certeza; o que é copiosamente???

Dr.Lux0 disse...

É por estas e por outras que eu penso muitas vezes antes de escolher o Brasil como destino turístico...
Mas é como tudo.
Copiosamente, bombas, é copiar constantemente...

=P

Anónimo disse...

Finalmente vou escrever aqui de um modo não anedótico. Amigo Galo i Adriana, compreendo perfeitamente a vosso sentir. Contudo, não basta a revolta. Após se passar a época de maior dor cada um tem de no seu dia-a-dia contribuir para que a Vida seja mais respeitada e, para que isso ocorra, não nos podemos meter no nosso casulinho da família mais chegada. Em casa, no trabalho, na rua, etc, etc, há que demonstrar que é bom viver, não demonstrar medo e tentar, tentar sempre ajudar os bananas que existem no Brasil, em Portugal e em qualquer sítio do mundo. Não podemos e nem devemos andar sempre a ouvir e ver esse tipo de notícias porque até é prejudicial. Ficamos a pensar que tudo é igual, isto é, passamos a ter a sensação que não há mais solução. HÁ SOLUçÃO e ela passa por cada um de nós. Já estou fartíssimo das TVIs, etc. Meche-te do sofá, deixa de estar sempre a ver a desgraça e vai à procura de muitas das pessoas que querem e actuam mesmo na ajuda dos Bananas. Depois vais ver que tu também podes ajudar e, por fim, até vais dar mais valor ao teu dia-a-dia. Isto não são basófias. Pessoal do Amial, vamos mostrar porque somos AMIALENSES. Não pensem que isto é pieguices. Eu detesto piegas. Pode-se fazer o que atrás referi com muita farra.
Oreille

bombas disse...

"Meche-te" ???? terei lido isso?
Depois dizem que os professores são os primeiros a dar calinadas... (e têm razão hehehehe)...

ó orelhas, balha-me Deus (com maiúscula e tudo)... essa é mesmo do orelhas do slb. hehehehe
só pensas nos tomates, nas angiospérmicas e gimnospérmicas...

mas a moral do teu comentário é gira e eu concordo plenamente...
bora lá fazer um Mundo melhor para os nossos filhos, educando-os com clareza e abertura sentimental suficientes para não serem tacanhos como os pais e os avós...

Anónimo disse...

Tens razão Bombas, é imperdoável.
Eu é que me tenho de MEXER
Oreille

Anónimo disse...

O bombas está sempre a ver os defeitos dos outros,deve ser para parecer melhor do que realmente é, é o bota abaixo


assinado Anonomo, primo do Anonimo

Anónimo disse...

o bombas é um idiota frustrado, que descarrega nos outros quando não tem mais nada que fazer. já devia ter juízinho pois já é um menino grande, apesar de ter um cérebro de um bebé de 6 meses, mas isso são apenas pormenores.
Aconselho que o bombas faça uma instrospecção, para afastar todo o tipo de complexos de inferioridade e de afirmação..

ass: Papai Noel

aquele que julgavas que era o anonimo disse...

Bombas tens de aguentar pois são varios a comer-te, o estilo de escrever é diferente

aquele que julgavas que era o anonimo disse...

Hoje é noite de putaria , por isso é que te estou a comentar