terça-feira, novembro 07, 2006

I CONCURSO TEXTO ERUDITO DO ECOS DO AMIAL

Como andam sempre a acusar-nos de falta de erudição, de sermos boçais, estúpidos, básicos, enfim, coisas que soam a dor de cotovelo mas enfim valha-nos as idas ao pito à segunda à noite, resolvi, aqui, já que em casa quem manda é ela, arrancar com uma iciativa que poderá ajudar-nos a superar essa suposta falta de conhecimento. Mas, e como o conhecimento é coisa que até nem abunde muito por aqui, poderemos fazê-lo enganando quem o lê, ou seja, faremos textos que poderão ser MESMO eruditos (se alguém se atrever fazê-lo), ou, em contrapartida, serão textos pseudo-eruditos, onde a nossa imaginação (que também éuma qualidade) ajude a superar essa mesma falta de erudição.
Entenderam?
Então eu vou dar um exemplo e ESTÁ ABERTO O I CONCURSO DE TEXTO ERUDITO DO ECOS DO AMIAL!!!
Texto:
Ensaio sobre os apóstemos, a linitude e o sargílio
Quem não se lembra do apócrifo Selineu III, o qual, em demanda de calendas, se invacuou todo em defesa da honra de sua mãe? Dir-se-ía farto da comezaina frudeana, qual político em tormentos, por não almejar alcançar o irineu, mito grego, ora lembrado, ora também.
Mas a filosofia beneditina não tem apenas solancos de Kafka (ká esta ele), o vertiginoso e impubre kafka, que não satisfeito com um copo de tinto, se intrumeava pelas vias da ignomínia.
Quando falamos em Thomas Leão, temos, obrigatória e casuisticamente que referir Quing George III, que tinha e na sua biblioteca em James Park a fabulosa e sinterística quantia de 14 livros. Não nos deixemos porém levar pela sincrassia do número, até porque Hipócrates nunca nos perdoaria. Desses parcos, diríamos, recursos culturais, atentemos na riqueza e variedade das obras de George III:
-Bíblia sagrada em mirandês
-Bíblia sagrada em aramaico
-Bíblia sagrada em língua morta
-Pantagruel
-Livro dos Mortos
-Rei Arthur e os Cavaleiros das tábuas redondas
-Gina Medieval
-Gina Edição Especial 1776
- Declarações dos Direitos do Homem e do Cidadão, Edição de Luxe 1789 (mil setecents catre-vingts dizneufe), com prefácio de José Saramago
- O meu primeiro Mein Kampf, guia prático de bolso
-A arte de bem cavalgar toda a sela
-O manifesto do partido comunista
- The Ouly Báiblé, versão inglesa, traduzida do castelhano renascentista
Em demanda do verdadeiro paradigma, pois!

47 comentários:

bombas disse...

HAHAHAHAHA
Eu não sou irun dito mas uma vez conhecdi uma pessoa que conhecia outra que diziam que o era... Não tenho a certeza se o era ou não..
Mas já é uma experiência boa, a minha, não é????

<> %-O olho estrábico e boca de beroche

Pedro Galinhas disse...

Ó Bombas, Bombas..atão e o texto que lestes não é erudito? Se não é, diz-me algo que o seja, ó DJ Pantaleão.
(«0
(«0 -risca ao meio à paulo Bento,o treinador do Zzzporten

WC Pato disse...

Muito bem. Vou concorrer. Escrevi em tempos uma peça de teatro muito bonita intitulado "O Encontro", cuja acção decorrer no espaço limiar da entrada de uma sanita, e cujas personagens são o traseiro de um obstipado crónico aflito e o orifício superior esquerdo (quem senta) de saída de água do depósito do autoclismo. Posso concorrer com essa peça ?

WC Pato disse...

ERRATA: Onde se lê "bonita intitulado" deve ler-se "bonita intitulada" e onde se lê "acção decorrer " deve ler-se "acção decorre".

SUPLEMENTO: Toda a dinâmica da peça é centrada no espaço dicotómico entre a entrada da sanita e a saída da água (pelo lado esquerdo quem senta). Costumo chamar a este tema o "dilema in/out".

WC Pato disse...

Acreditem que é mesmo interessante. Posso concorrer ?

bombas disse...

Estamos à espera, sr. wc pato.
Adorava saber pormenores desse romance dicotómico do Yin/Yang, água cristalina/restos de feses arrastados à foça....
Avanço até que já ganhou... hehehe

Pedro Galinhas disse...

pode conncorrer, claro, há dúvidas?
Desde que não cometa os crimes de contrafacção ou plágio...

José Armando Saraiva disse...

Só vos peço um pequeno favor... Deixem aqui o contacto do gajo que vos vende os chicharros... O vosso é que bate!!!

Capitão América disse...

n, a sério... em vez de escrever, tentem ler alguns dos títulos que deixo abaixo.... só vos fazia bem....

1- 50 Clássicos de auto-ajuda, de Tom Butler-Bowdon

2- Jesus, O Maior Psicólogo Que Já Existiu, de Mark Baker

3- Alavanque seu potencial

4-A força da ternura, de Leonardo Boff

e, em particular,

5-MANTENHA O SEU CEREBRO VIVO, de KATZ/RUBIN

Estúpido, quem, eu? disse...

Caro e estimado n@rcoleptic (espero que não me tenha enganado em tão complexo nome), é a primeira vez que lhe dirijo a palavra, apesar de ler, não raro, os seus comentários. Mas faça-me um favor, a próxima vez que escrever tamanho comentário, ao menos seja original e escreva-o você. Sabia que o plágio, além de ser eticamente muito feio, é crime? Poupe-nos à sua verborreia. Todos agradecemos.

che guevara disse...

plágio????

Anónimo disse...

este comentário foi todo feito com copy paste

Anónimo disse...

ora aí está um texto capaz de ganhar este concurso!!!!!

mete nojo disse...

eu vou ganhar esta merda... qual é o prémio??? tinto ou verde????
p.s. Já se mataram todos? toca a snifar sacos do lixo pessoal. faz bem aos males de espirito

Pedro Galinhas disse...

Está muito bom este concurso e até apareceram intelectuais do BE, entre outros.
Fiquei à espera da oração de sapiência do WC pato, mas ele esqueceu-se...
Narco, diz-me, ese texto é teu? Não é, pois não? Assim não tem tanta piada..seria do I CONCURSO DE TRANSCRIÇÕES DO ECOS DO AMIAL, não?

WC Pato disse...

Ó cacarejo, não me esqueci não.

Estou a retocar o texto. Posso concorrer só com o prefácio ? Não é melhor fazer um resumo, já que depois o estilhaços vai ter de te explicar aquilo tudo ?

bombas disse...

hehehehe
Cócorococó!!!
Quackquack!!!!
quem ganhará numa luta de pe nojentos???
um de bico fino (bic laranja) e outro de bico largo (bic cristal)...
duas escritas à sua escolha...
bic bic bic... bic bic bic

bombas disse...

perdão, ambucadinho queria dizer penugentos e não pe nojentos...
sorry madafacas...

Pedro Galinhas disse...

Eu entenderei, eu entenderei...só entendo textos mais difíceis. Os básicos passam-me um pouco ao lado...sou assim desde que nasci...ihihihihih

»,)- galinha caolha a piscar o olho (prod. registado, evidentemente)

WC Pato disse...

Prefácio a “O Encontro”, de W.C. Pato
Por Charles Duckens

A acção de "O Encontro" decorre no espaço limiar da entrada de uma sanita, espaço privilegiado da alegoria à mecânica input-output do mundo actual.

Takuku Na San, herdeiro da família Ita, sofre de obstipação crónica e, por força da frequência com que tenta vencer o seu problema, o seu traseiro criou uma especial relação com o orifício superior esquerdo (quem senta) de saída de água do depósito do autoclismo de uma sanita da sua mansão situada na localidade de Nakaga, parte oriental de Nagasaki.

Ora, esta obra de WC Pato destaca-se precisamente pela abordagem que faz ao tema da liberdade e preservação da identidade num mundo cada vez mais globalizado.

No universo global que constitui um sistema de sanita com autoclismo, a autonomização e animação de um minúsculo elemento como “o orifício” (e não esquecer que estamos a referir-nos em particular ao superior esquerdo - quem senta - de saída de água) representa um autêntico hino à manutenção da identidade individual no contexto do colectivo dominante, mas com a constante preocupação de que a afirmação daquela identidade não prejudique o funcionamento do sistema como um todo.

Em paralelo, no que à primeira vista e ao leitor / espectador mais desatento pode parecer uma repetição, temos o fenómeno da libertação e autonomização do traseiro de Takuku Na San Ita. Simplesmente, enquanto relativamente ao “orifício” o Autor pretende demonstrar que até um minúsculo elemento de um sistema pode ter e afirmar a sua própria identidade, quanto ao traseiro de Takuku Na San Ita é de uma peça volumosa de um sistema que se trata, pelo que W.C. Pato pretende mostrar ao mundo que também as mais volumosas individualidades que compõem o sistema podem e devem mostrar a sua essência própria, sem que isso afecte o sistema global e globalizante do conjunto.

A partir desta caracterização dos personagens, melhor se entende quão magistral a obra é nas constantes dicotomias que explora: a dicotomia entre o “orifício” minúsculo e o volume do traseiro (que posteriormente vem a perceber que a sua verdadeira identidade é, afinal, a de também ser orifício); a dicotomia entre o orifício útil e o orifício inútil; a dicotomia entre o orifício que embora pequeno cumpre a sua função e o outro que, incomparavelmente maior, a não cumpre; a coragem do orifício David contra a inicial arrogância do orifício Golias, mas que de arrogância não passa; etc…

É uma obra de arte a não perder, com a advertência de que começando em prosa leve, vaporosa, no seu desenrolar se vai tornando densa. Estou sinceramente convencido que, com esta obra, W.C. Pato poderá igualmente reforçar a sua identidade.

Reitor da Universidade Gabriel Alves disse...

 
Por mim já ganhou.

Ó / Oh Charles Duckens, a peça não será uma alegoria à relação entre a galinha e o estilhaço ?

:)

bombas disse...

HAHAHAH
HEHEHEHEEH
HIHIHI

Já ganhou, diria mais, proponho o Nobel da dicotomia a tal prefácio...

Ese Takuku Na San Ita deve mandar alto bolhão, não??? O narco é que devia gostar de o papar... heheheh

O carlos pato pediu-me para dizer que não concorda com a pergunta/afirmação final pois o tal eu, estilhaço, não sou grande e inútil, sendo até bem útil à Humanidade, enquanto que o piqueno e afanado galo já o é, a tal inutilidade (salvaguardando uma bela canja)

sindicato dos patos de arca d'agua disse...

:)

Irokumata da Silva disse...

será que nesse encontro alguém se senta antes de outro alguém se levantar??????

Dr.Lux0 disse...

A testosteromancia (ciência que estuda a testosterona através das cartas dos respectivos cônjuges/namorados (as)) indicia uma polivalente dicotomia entre a diástole e a fonética do teste em si. No entanto, a globalidade do sistema coríntio aos apóstolos é executada com uma precisão tal, resultando em nano-partículas suficientemente grandes para provocar gonorreia a quem não foi vacinado, sendo induzidas via intracelular.
Em contraponto, o piriapismo resultante de ingestão convulsa de ciális, poderá atenuar aquela que já foi tão portentosa quanto faustosa – gonorreia verbal ou verborreia.
Sintomaticamente, a mudança radical de todo um sistema econo-arcaico, produz alterações significativas no líquido biliar respectivo e, sobretudo, na raiz quadrada das árvores poedeiras.
Subliminarmente a introspecção causada por tão vil absurdo, pode causar azias e gastroenterites desnecessárias no dia-a-dia.
Complementando esta informação vazia e desnecessária mas empírica e não plagiada, resta-me desejar-me boa sorte…

bombas disse...

Hummm!!!
Candidato forte...
Se não fosse o piriapismo ao invés de priapismo, ainda por cima sabendo, tão douto senhor, o que isso é por experiência própria, estaria mesmo a ser o mais forte candidato...

WC Pato disse...

Viva, viva ...

Quer dizer que ainda estou à frente ?

Quack Quack. Fechem o concurso depressa.

Dr.Lux0 disse...

Piriapismo porque vem de piroca e eu gosto mais!

Pedro Galinhas disse...

Está, pois, senhor Pato...mas atenção que o texto do Galinhas é muito bom...ehehehe

sindicato dos patos de arca d'agua disse...

 
Eu sou isento, como sabem, e voto no WCPato. O texto de Charles Duckens é, de longe, melhor.


Pato Si

Pedro Galinhas disse...

Atenção que o Bombas ainda não participou...e ele é um irodito do carambas

bombas disse...

Eu passo porque não gosto de ganhar sempre tudo...

Eu é mais bolos e pacotes de bolacha maria.
Um dia ainda hei-de ganhar um pulitzer quando fizer a reportagem da minha vida acerca da "bolacha maria - pague 3 e leve 4" marca auchan de preferÊncia.

Pedro Galinhas disse...

Estive a ler com atenção o texto do wc Pato e reconheço-lhe qualidades de eurição. A primeira leitura, em diagonal, levou-me a pensar que fosse um género trágico-cómico, portanto, completamente fora do âmbito do concurso. Esta segunda leitura, e a frase brilhante " coragem do orifício David contra a inicial arrogância do orifício Golias" convenceram-me definitivamente e o WC Pato está prestes a ganhar o concurso. Hoje ainda dedicar-me-ei à leitura mais atenta aos escritos do Luxo, o que poderá trazer novidades nos lugares cimeiros...a ver vamos

Pedro Galinhas disse...

Eurição, não..erudição..

WC Pato disse...

Estou tão ansioso ...

bombas disse...

eNTÃO QUEM GANHOU, gALINHAS????

Para mim ganhavam os três concorrentes; Luxo, Galinhas e WC Duck.

Ambos os três merecem...

TRABALHOS REALIZADOS disse...

MURCÕES

canjas disse...

Pois é o gayzola do narcoleptic acagaçou-se e nao apareceu na arca d´água as 17 horas conforme eu lhe disse para aparecer,...é que ele disse que me ía bater...lol. Como se não bastasse apagou os meus comments do blog dele, e mudou as configurações do blog para só ser permitido escrever a "menbers of this blog"! Continuo a dizer que ele não passa dum reles GAY, um daqueles que ainda não quis confirmar a sua orientação sexual perante a sociedade...daí o seu anonimato!

Luzinha disse...

Tadito....o narco...quê mesmo?...
precisa de umas 'esperitas' para deixar de meter nojo (mete nojo, sem ofensas;O)

Pedro Galinhas disse...

ANTES DE MAIS QUERIA DIZER QUE FUI O LEITOR 10000 DO ECOS E POR ISSO VOU DE FÉRIAS, COMO PRÉMIO.
SEGUNDO QUERIA DECLARAR AQUI PRA QUEM ME OUÇA QUE NUNCA MAIS DOU LETRA AO NARCO, PORQUE ELE PARECE TER UMA MISSÃO, QUE NÃO ME PARECE MUITO EDIFICANTE. ALÉM DISSO NÃO DEIXA NINGUÉM COMENTAR NO BLOGUE DELE, O QUE TORNA O BLOGUE DELE NUMA ESPÉCIE DE MULHER SEM VAGINA, TIPO FREIRA, OU ATÉ NUM HOMEM TIPO PAPA, SEM TOMATES.
ADEUS NARCO, FICA LÁ OM O TEU BLOGUE SÓ PRA TI...

Tony Campos disse...

Onde é que anda o narcoleptic? Vou fodê-lo! Roubou-me o saco que tinha a minha garrafa de tinto! Estes gaijos do regado fodem tudo!

Iáca mangula ginga ginga nu batáco!

bombas disse...

ainda não saíu daqui este poster???
bora lá galinhas
toca a fazer outro

Pedro Galinhas disse...

A pedido do Bombas, encerramos o I CONCURSO DE TEXTO ERUDITO do Ecos do Amial, sendo o vencedor ex-aequo (?) o WC Pato e o Dr. Luxo. O critério teve como base conversações, negociações, movimentos de bestidores, tráfico de influências, como não poderia deixar de ser neste pequeno país, de tradição mafiosa desde tempos imemoriais.
Prémios, esses, são, respectivamente, um balde de plástico e um pontapé nas costas para cada participante, oferecidos pelos nossos patrocinadores NE-Negócios Enquinados, LDA e pela Escolinha de Futebol BOMGAL-à vinte a nos a formar miúdos que tratam a bola por você...
Recebemos diversas cartas, uma das quais do Secretário de Estado da Cultura (?), que nos apoiou, motivou....a acabar com estes concursos.
Com 3 participantes a concurso (1 foi anulado e o autor daquele texto terá já sido detido pelas autoridades, por solicitação da SPA (agora sou eu a escrever siglas misteriosas».), o combate foi duro, os textos tinham muito valor, os eruditos eram de nomeada, acabando o juri (galinha e seus pintaínhos) por se decidir por atribui o prémio a dois concorrentes, acabando o 2º lugar (viagem de 1 mês ao Brasil) por ficar para Galinha.

Dr.Lux0 disse...

Aproveito para agradecer o reconhecimento pela minha erecção, perdão, erudição, mas aviso desde já que não vou reclamar o prémio, desconfiando mesmo de sérios favorecimentos ao 2º lugar atribuido. Poizé...
Vou activar novamente a verificação de letras no blog, para evitar bombardeamento de comments repetidos por parte de pessoas/animais menos escrupulosos.
Agradeço a compreensão.

Galinha, bai mamar!!!
=$

Dr. Goleman disse...

Então parabéns aos vencedores!! já agora, de que cor é o balde de plástico e com que género de sapatos / botas vai ser dado o pontapé nas costas?? pessoalmente, acho q o balde deveria ser amarelo e o pontapé dado com Doc Martens!!!

WC Pato disse...

Se o prémio é um pontapé, que seja ao menos com DUCK Martens ...

Viva, viva, o Galo vai p'ro Brasil, esse é que deve ser o verdadeiro prémio para todos nós.

:)

Pedro Galinhas disse...

ahahahahaha...mas, ó WC, sabes que levo o portátil....