segunda-feira, setembro 25, 2006

FILOSOFIA DE GALINHAS?...

Cada dia que passa, mais sinto a frustração da "carreira". Não porque tenha que, obrigatoriamente, ter uma, fazer uma, mas porque os anos vão passando e ainda não encontrei nada, absolutamente nada que me agradasse fazer e, assim, justificar uma "carreira". O trabalho faz sentido se tivermos prazer nele. Doutra forma acabamos por sermos verdadeiros robots cínicos, qual famoso funcionário público.
Eu não minto. Se me perguntarem como vai o meu trabalho eu direi: vai bem, trabalha-se, mas eu não gosto. Nunca gostei de nenhum e já tive vários. A minha "carreira" foi ascendente. Dos trabalhos manuais dos primeiros anos (já lá vão 20!) estou num posto altamente "intelectual". Não, nem os primeiros a apertar porcas e a arranjar/montar aparelhos nem agora estes, mais supostamente intelectuais me agradam. O saco está a encher (não esse que estais a pensar) e continuo à procura de qualquer coisa. Quem me conhece bem saberá dizer-me o que hei-de fazer? Valerá a pena fazer testes psicotécnicos outra vez? Estarei cruelmente condenado ao fracasso profissional? E Deus? O que pode ele fazer por mim?
Vá lá, ajudem a Galinha a encontrar-se profissionalmente...
Outro assunto: um dos premiados de um daqueles concursos que se fizeram em 2004/2005 aqui no Ecos e que davam estadias no Brasil vai em Novembro usufruir do prémio e instalar-se durante aproximadamente um mês na casa prometida...
Outro ainda: medalha de lata para as previsões metereológicas do Bombas...são piores que as minhas no campo futebolístico...
Boa semana, rapaziada...

21 comentários:

bombas disse...

Lá andas tu a dar com a cabeça nas paredes. Depois ficas todo marado.

Acho que pouca, mesmo muito pouca gente vai trabalhar com vontade e felicidade por o ir fazer... Trabalhar é uma necessidade imposta pela sociedade em que nasceste e dela tens tirado muito proveito, por isso não te queixes.
Se não fosse esta sociedade de carneirinhos em que há meia dúzia de pastores tu estarias bem (provavelmente já nem estarias vivo) pior do que estás, uma vez que jogar futebol medianamente mal não teria grande utilidade numa "sociedade" como a dos leões, dos babuínos, dos mexilhões ou mesmo das tartarugas por ex.
Dá-te por isso como sendo um gajo com muita, MUITA, sorte e talvez isso te ajude a compreender e aceitar o dia-a-dia tal como ele é.
Tens outra solução: fazer companhia aquele grupo de indivíduos que comem, bebem, dormem, mijam e cagam no mesmo espaço e que "moram" nas entradas da EDP mesmo aqui em frente...
Força cãopeão....aguenta esta que passa já...
»(:-)«

Pedro Galinhas disse...

Lancei o isco e ele mordeu-o. Mas que história é essa do "tens muita sorte", pá? Que raio de discurso miserabilista tens tu. Se calhar, qualquer dia, perdes um pé, deixas que o estado te compense com 1000 euros, a tua mulher fica vegetal, os teus filhos adoptam o islamismo e viram homosexuais e tu vais cointinuar com os reus dizeres tipo "que sorte em estar vivo", não?

bombas disse...

Não, Galinhas, eu já tenho azar que chegue, tú é que tens sorte, pois não vales mesmo nada e consegues ser "gente", que, se assim não fosse, volto a dizer, nesta sociedade que favorece os vigaristas, oportunistas, ricos, bandidos, sortudos e bonitos, nunca terias hipótese de dizer "eu"....

Andreia Couto disse...

Amigo Galinhas!
Eu cá compreendo-te, seria maravilhoso se todos pudesse-mos fazer o que realmente gostamos, mas infelizmente a vida é assim, mas não devemos desistir dos nossos sonhos. O meu é montar um negócio, e sei que um dia vou conseguir!
Muitos beijinhos

Pedro Galinhas disse...

Ainda bem que tenho alguns fãs que me compreendem (ihihihih).
Para quem não sabe, o Bombas é acérrimo defensor de toda e qualquer publicação que traga revelações magníficas, os conhecidos manuais da teoria da conspiração: Cristo não existiu; os Judeus mandam no mundo; está tudo feito, para o nosso Bombas. Ele está do lado dos que são manipulados, mas que entende o que lhe estão a fazer...ele não é burro como nós: ele sabe que quem manda são os judeus e que isto está tudo feito. O Holocausto é um mito, muito antes para o Bombas do que para Mahmoud Ahmadinejad (aliás foi o Bombas que disse ao Mamud que os judeus é que mandam e o Holocausto é mentira).
Assim o mestre Bombas vai alimentando no seu imaginário estas fantasias, estas lendas com algum fundo real, é certo, mas nunca com a importância obssessiva-compulsiva que Bombas lhe dá, tornando-se um cidadão desconfiado, sempre pronto a atirar a pedra, sentindo-se eternamente injustiçado (nunca se culpando por nada, mas sempre culpando os outros).
Confidencio aqui que ainda ontem lhe fizeram alta proposta de emprego e recusou (à minha frente) porque vai ter que apanhar um autocarro diferente...
É assim. Ajudei a compreender um pouco melhor o nosso (ainda nosso, contudo não sei até quando poderemos "segurá-lo")amigo Bombas...

bombas disse...

Cristo existiu, nunca me ouviste sizer o contrário.
Eu nunca estou pronto para atirar a pedra (embora ande com uma no bolso para o que der e vier), não me sinto nada injustiçado, o holocausto é invenção, os judeus mandam nisto tudo, não sou desconfiado por natureza mas sim observador, o emprego que me ofereceram ontem dá muito trabalho e ainda não o recusei.
Conclusão I: deste uma imagem completamente errada do teu (por enquanto) amigo Bombas.
Conclusão II: abre os olhos ao invés do ilhó.
Já agora, ó/ho Sor Doutor, ajude-me a fazer o meu curriculum vital..
»=)-():(;)

Pedro Galinhas disse...

Ó/oh Bombas, que tal eu e tu fazermos um vlogue só pra nos comermos vivos um ao outro? hummm?
Mas atenção, não quero contacto físico contigo..ehehhe

bombas disse...

como é que me queres comer vivo sem contacto físico??
amor platónico não é comigo...

o nome do blog pode ser:
www.galinhasodomizadaporbombas.blogspot.com

Xapato do Reitor disse...

 
O Senhor Reitor disse que ia pedir ao Cardeal uma intervenção para colocar isto na ordem.

Anónimo disse...

Isso, isso, vejam se o cardeal arranja um tempinho em vez de se dedicar tanto à às guerras religiosas. Julgam que eu não sei que está tudo feito? Julgam que eu não sei que os amaricanos estão feitos com a igreja para picar os muçulmanos e assim permitir aos judeus ocupar o universo? Julgam, julgam?

Ass: Bombas? Podia ser...

Pedro Galinhas disse...

isso, isso, Bombas...vamos fazer um Blogue que se pode chamar www.bombaslevanorabodagalinhaegritandomucho.blogspeta.com

Pedro Galinhas disse...

Deviam era seguir o exemplos dos patos, que promovem o ecumenismo inter-animal...
Estamos a ver se programamos um encontro Animal Inter Sexual Universal, para novas experiências e contactos..

bombas disse...

Afinal quem sofre das teorias conspirativas não sou eu mas tu, ó Galo. E deixa de assinar por mim, mesmo com pontos de interrogação à frente, sua anta...
E como é que pode uma bomba gritar mucho com um nabinho de galinha???? Só se estiver a ser pisada por um olifante...

Pedro Galinhas disse...

tens razão...tu nem com o nabão do Jone Holmes gritarias...eheheh

sindicato dos patos de arca d'agua disse...

Esta relação é PATOlógica, mas nós não temos nada a ver com isto.

Quack

Luzinha disse...

Primão galinhas, amigos bombas e andreia, não posso dizer que tenho orgulho em ser FP, mas ADORO o meu trabalho! Sei que isso é raro, mas nunca tenho acordado sem vontade de ir trabalhar... (a não ser qd preciso mesmo de férias)

:O)

BJS.

Anónimo disse...

Sua galinha desnaturada, nasceste com a peida birada pra lua e ainda reclamas.
Deus não te pode ajudar só se for Alá.
Enfim, Deus dá nozes a galinhas...
Vai trabalhar malandro! Dedica-te ao boluntariado, pode ser que te sintas melhor!
Ass.: Vindeladum

bombas disse...

Fosga-se Luzinha...
Que grande sorte a tua...
TODOS os dias vais trabalhar com vontade????? Meu Deus... Ca sorte...
E não te orgulhas de ser FP (filha da mãe) porquê? Não tens culpa nenhuma da estrutura mal construida e sem melhoras à vista.. Não é por tua causa concerteza que isso tá mal...

Pedro Galinhas disse...

Obrigado..estou sensibilizado. Vocês ajudaram-me muito. Desde os insultos do Bombas, passando pelo atestado de PATOlogia, às vontades de ir trabalhar da Luzinha, estou muito mais motivado agora para enfrentar este karma...ehehehe

»;)

Luzinha disse...

É verdade Bombas, adoro o meu trabalho! Olha vem para a CI ehehehe!

Não é não ter orgulho de ser FP, mas sim não gostar da imagem que muitos FP'S ainda passam cá para fora!

E claro a estrutura, mas não sei se algum dia mudará...

Boudu disse...

Meus amigos.. adoro o meu trabalho, adorei todos os que tive e principalmente adoro a minha vida.. Cada dia acordo com a sensação de que hoje vai ser um dia extraordinário. Amanha não existe, ontem já nem me lembro bem quando foi e sinceramente o único compromisso que tenho é estar no aeroporto num certo dia de Novembro que nem sei bem quando vai ser... e desde já aviso que se a estadia se revelar 5 estrelas vendo o bilhete de regresso a alguma brasileira que esteja mortinha por vir dar o ... seu melhor .. aqui para Portugal e eu fico a dar o meu melhor numa praia perto de mim... brigado a todos os vossos deuses, que sinceramente não são meus, pelo que me deram na vida.. não me posso queixar. Sim galinhas adoro o que faço... todos os dias...