sábado, janeiro 28, 2006

INSÓNIA

É uma vez de vez em quando, a insónia. Nem sei se tem este nome, porque na realidade eu acordei foi cedo e não dormi mais. Entretanto, já ouço os vizinhos de cima. Ela já está a gritar com ele. É uma coxa que batia no pai acamado, que gritava com o filho quando ele cá estava, que passa a vida a gritar e a insultar o marido. Eu a esta no mínimo punha-a 1 ano na Arábia Saudita. Se bem que, feia como é ninguém lhe pegava. Mas como estes árabes são um povo bizarro, as suas gorduras talvez não passassem despercebidas por aquelas paragens. Eles gostam de gordura.
Gostava de a ver. Com o véu, rebolona, passeando-se pela baixa de Riade, discutindo o preço da sardinha em alta voz, com aquele impressionante amplificador no máximo. Eles passavam-se, os sauditas. Primeiro pensavam que era uma jihad em grande escala, e começavam também a gritar e a correr em direcção à embaixada dos EUA, com as pedras na mão. Depois apercebiam-se que afinal era uma mulher portuga, branquinha por baixo daquelas vestes (nham, nham!), cheia de carnes ao penduro (nham, nham!). Claro que ia dentro. Os guardas prisionais iam querer todos comê-la, embora ela fosse distribuindo uns sopapos e soltando insultos, que até excitavam mais os policias: "Seu filho duma grande puta, não tens piça pra mim, corno!" ou "vai comer a tua mãe, ó monhé" e ainda "quando eu te apanhar lá fora vais engolir os dentes todos! Até arrotas a atum, cavalo!"
Ia ser giro....olha, lá está ela a insultar. Ainda nós botamos defeitos nas nossas mulheres. São uns anjos perto desta víbora ranhosa. Mas ela está melhor. Antigamente fazia mais barulho, insultava mais. Lembro-me bem que um dia bateu-me à porta, porque eu estava a jantar com uns amialenses ruidosos, a pedir-me que fizesse menos barulho. Que lata! Como não é gente com quem nos possamos meter levianamente, respondi-lhe que sim, que fosse descansada. Se fosse hoje ter-lhe-ía dito que a senhora gritava de madrugada e não respeitava ninguém. Enfim. Sete horas, horas de arranjar e ir para a escolinha. Sim, eu ainda ando na escola, que pensam? Vocês devem estar todos a dormir...mas não tenho inveja de vocês. Se eu pudesse nem dormia. A vida é tão curta que passá-la um terço a dormir é um desperdício, dos maiores que eu conheço. Ainda me falam em separar o lixo! Que lata, que separem eles! Julgam que sou otário? Pagamos altos impostos e ainda tenho que separar o lixo?! Foda-se, não brinquem com o povo!
Bem, vou masé masé...

2 comentários:

bombas disse...

ens tu pá qui ser malcriado no Poster????
Olha que isto é lido internacinalmente em todo mundo.

INSÓNIA...

Grande insónia vão ter esses mouros avermelhados...
A águia voou baixinho...Có có ro cocó...
CHIIIUUUUU... disse o levesinho 2 vezes para a bancada...
CCCHHHIIIUUUUUUUUUUUU!!!!!!!!!
E começou bem.. A gamadela já ía adiantada quando demos a volta sem precisar da ajuda do 13º jogador que o slb tem tido sempre...
CCCHHHIIIUUUUUUUUUUUU!!!!!!!!!
CCHHHIIIUUUUUUUUUUUU!!!!!!!!!
CCCHHHIIIUUUUUUUUUUUU!!!!!!!!!

Dr.Lux0 disse...

....................................
....................................
....................................
....................................
....................................
....................................
....................................
....................................
....................................
....................................
....................................
....................................
....................................
...................................

O Nando mete-te no bolso em "experiências"/histórias com a vizinha de cima...
Eu tambem tenho algumas para contar da D.Alíria que mora no 4º, mas o tempo urge...
Vai estudar ó con@s!

Banho de bola, ó Bombas. Eu bem te disse.
O Jacob é que ficou com o carro todo "fuck you" por não marcar golos....
É o país de vândalos que temos... Tristes...