sábado, abril 23, 2005

MAI MININO, TU NUM SABI DI NADA!!!...

Mais uns ecos de Pernambuco...

1-Jornal do Commercio, hoje (relato adaptado, à minha maneira, mas sem faltar à verdade):

Um rapaz de 16 anos saiu de casa para matar dois, mas não apanhou nenhum e quando chegou a casa a miúda com quem vivia há 1 ano estava aos beijos com o Fininho. Fodido, disparou (diz ele que o projéctil era destinado ao Fininho) mas acabou por acertar nela. Em seguida levou-a ao hospital da Restauração, onde foi preso pelos policiais de plantão. Ao que se sabe o moço era fugitivo de uma instituição prisional para adolescentes. Mai minino!!!

2- Cardinot na Tribuna

É um programa de tv. O apresentador, o Cardinot, faz comentários, ora cego de fúria, ora no gozo, à medida que as imagens sobre desgraças vão passando: ora algum xárá que foi preso com maconha, ora um grupo de ladrões que foi apanhado por suspeita de assalto. Ele enerva-se, ameaça, acusa as autoridades, insulta os bandidos, o Cardinot. No outro dia um marginal foi apanhado por ser o pretenso dono de 35 pacotinhos de maconha. A entrevista ao marginal realizou-se nas instalações da polícia. Dizia o marginal, de tronco nú, cabelo comprido, brinco na orelha, mãos atadas atrás das costas, com a voz muito amaricada: "Eu sou muito homossexual para admitir que os pacotes da maconha eram meus, se fossem meus!". O que o gay foi dizer! O Cardinot não perdoou e no estúdio comentava, com trejeitos apaneleirados, a entrevista do gay/maconheiro. Só visto! Mas há mais: o Cardinot, quarentão, corpo de ginásio, assim que acaba o seu comentário gritando contra o marginal, com a sua voz de macho, muda imediatamente o tom, anunciando um qualquer medicamento maravilhosos pras almorróidas, pros piolhos, uma bicicleta, and soyone, and soyone...Mai mimino!!!


3-Um jogador falhado no país do futebol

Já comentei outro dia, mas hoje reforço. Este vosso irmão aqui portou-se muito bem na pelada da última quarta feira. As pernas ajudando, a coisa vai. O meu talento natural só precisa de preparo físico. Aí tudo acontece naturalmente. Quatro golinhos em 4 ou 5 jogos de 10 minutos cada. Foi obra! Já estou a ficar conhecido no meio futebolístico, porque aos pouco eles começam a ver que eu estou ali para facturar. Truques e habilidades é para eles. Eu é só bicos pra baliza. E olha que os "goleiros" são de categoria! A falta de habilidade deles para marcar em cima impressiona pela negativa. Não são muito bons a fechar os espaços e isso para mim é essencial, o espaço. A idade já pesa e a velocidade já não é a mesma, como tal o espaço é fundamental. Mas jogam pra caralho os gaijos e mais motivos tenho para estar contente. Afinal, jogar futebol estará, para mim, quase no mesmo degrau de prazer dirópitroil.

8 comentários:

Anónimo disse...

Em referência ao ponto 3:
Atão, és como Gomes, que tinha um "orgasmio" cada vez que marcava um golito. LOL

Graça

Anónimo disse...

Eu sei que esse País é de futebol, mas num há GAIJAS por aí? (ó paneleiro!!!)

Dr.Lux0 disse...

Pensamento da Noite:
"Um dia, ia uma lagartixa a atravessar a estrada quando um carro passou e pisou-lhe o rabo, partindo-o.
A lagartixa virou-se, e vendo o rabo a mexer ficou parada a lamentar-se da triste sorte de ter perdido um rabo tão jeitoso.
Nisto passa outro carro que pisa a cabeça da lagartixa matando-a.

Moral da história: Por causa de um bom cu às vezes perde-se a cabeça!"

Poizé. É verdade. Mas se a puta da lagartixa soubesse que cresceria outro rabo (ou até 2!!), nem se lamentava!
Adiante.
As notícias daí são deveras interessantes, ó Galinhas! São diversas e nunca falam da mesma pessoa. Assaltos, tiros, roubos e rebéubéu pardais ao ninho são sempre os temas, as pessoas "á que são" diferentes. Tá certo.
Ó Brekline, não botas a assinatura?
Hehehe

Pedro Galinhas disse...

Se falo de gaijas estou-me a vanglorizar (eheheh), se falo de temas histórico-culturais, o pessoal num lê, se falo se ladrões e assasinos, é sempre a mesma coisa!! Atão onde ficamos Luxo? Eu quero bariar, e tento bariar, assim à que está certo, não?
Mas diz-me, do que gostas mais de ouvir falar, meu pequeno?

Dr.Lux0 disse...

Por mim podes falar do que quiseres, eu estou aqui para comentar. hehehe

Por falares de futebol. Li hoje, no JN, uma notícia de um jogo de futebol de rua (adeptos e amantes do futebol) no Rio de Janeiro, que acabou em discussão e tiroteio de onde resultaram 3 mortos e 2 feridos... Será que alguém chamou macaco a alguém? Será que há tipos que já jogam com fuscas nas cuecas para essas situações? Será que qualquer dia aparece uma notícia em que um tipo fura os tomates sem querer por ter uma pistola nas cuecas?
Será que as coisas não se podem resolver como antigamente onde umas cenas de pugilato com sarrafos à mistura chegavam?
Não sei não, mas se fosse a ti tinha mais cuidado a discutir situações/decisões duvidosas em "peladas"...
Hehehe
Bi kéreful, dei ar kreizi!!!

bombas disse...

Ólahh!!!
Eu, in antes, há muitos antes, também fazia as minhas aulas de desporto e educação física, com a bomba da asma por dentro dos calções... O pior era quando tinha de usar a bomba lá para o fim da suadela. Era um cheiro a farfalhos que até a mim me metia nojo.
Agora com pistolos, a coisa pode ser pior. Imagina que uma se dispara quando um deles dá um pontapé de bicicleta e acerta na própria cabeça depois de perfurar ambos os quilhos...
Quanto à bola, aqui tens-me a mim para te fechar os espaços.hehehe
nem que ferre nas orelhas, tu não passas..e alliás, qquer dia tou tão gordo que já nem preciso de me mexer para fechar o espaço... hehehehe
anda masé embora jogar com quem sabe..
cya

Pedro Galinhas disse...

Sr. Luxo e Sr Bombas, aos vossos últimos comentários sou obrgado a fazer a seguinte observação:


AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA, sem parar...

Anónimo disse...

continuamos na mesma. NUN HÁ GAIJAS. qualquer dia vou aí visitar-te e estou a ver que tenho que aprender a jogar futebol!!!!!