quinta-feira, abril 21, 2005

E ATÃO O EXAME DA PROSTA?...

Meus lindos, não disfarcem. Inda noutro dia falei do exame da prósta e vocês nem reagiram. Nem o Bombas que é tão hipocundríaco (acho que é a primeira vez que escrevo tão douto termo), reagiu à questão. É que outro dia fui fazer um xeque-mate ao meu corpinho e o médico perguntou que idade eu tinha. Perante a minha resposta, ele afirmou: bem, é muito cedo para fazermos o exame da prósta. Bem, Sr Doutor, seria o meu primeiro exame da prosta e também o primeiro dedo que me entraria no cú, e não haveria de trazer grande mal ao mundo um dedito no cú.
E vocês, os mais velhinhos? Nada? Quero que me contem tudo! Não tenham vergonha. Como dizia o outro, com esta idade, qual vergonha, qual caralho. Aqui onde estou há um artesanato muito engraçado, e uma das peças favoritas é um grupo escultural, onde um homem pré-cota se baixa com a calça decida (decida-se caralho!), enquanto o Sr Doutor se prepara para lhe enfiar o indicador direito no anal.
Quem diria, alguns de nós estão a chegar à era do exame da prosta. Inda aqui à trasado andávamos a chupar os nossos primeiros berbigas.
Não custa nada. Aqui há até um creminho que posso levar. É da Jonhson e não tenho conhecimento que haja aí. O creminho é indicado para relações dolorosas, como as relações anais, pois claro. É só pedir ao Dr. na hora do dedinho: ó Sr Doutor não se importa de botar deste creminho no meu ilhó?

Até fiz um poema alusivo para desmistificar esta questão da prosta:

Baixe a calça por favor
Espero que hoje tenha cagado
Não vai sentir dor
É só um ardor no rabo

Espere aí, aqui vai aço
Não fuja que não aleija
Baixe a cueca sem temor
Antes que alguém o veja

Espera lá, já entrou
Tá a ver, não custa nada?
Há bueiros em que custa
E com isso ganho nada

O que é, está a gostar?
Pois fico mais um instante
O dedo vai lá ficar
Tipo livro na estante

Pronto, pronto, vá embora
Eu não digo que gostou
Se alguém falar lá fora
Foi alguém que o chibou

E pronto, espero que não fiquem preocupados. Eu não estou. Calha a a todos o exame da prosta. Mas só calha a alguns gostar de ficar a levar na prosta pro resto da vida.

Beijos!!!

10 comentários:

bombas disse...

Fazes bem em falar nisso
Mas ainda é cedo para preocupar.
Mais importante que isso,
É ter o CORAÇÃO a bombar.

Sou só doente mental.
Não me chames HOPOCONDRÍACO.
Dou-te uma tareia tal
que te parto o ilíaco.

HEMORRÁGICA é febre
Que agora anda átacar.
Não comas gato por lebre,
Não vás a Angola atracar.

O FÍGADO também tem disto,
Quando dói, já é tarde.
A cirrose é tipo quisto,
Quando ataca muito arde.

A VESÍCULA muito temo,
Da qual eu sofro muito.
Sinto-me logo enfermo
Se como molho e condimento.

Ainda temos os PULMÕES
Que rimam quase com tudo.
Se é pa te doer os colhões,
deves deixar de fumar contudo.

Articulações, ossos e bronquites
INTESTINOS e barriguinha...
Como o tio Eurico não fiques,
A cagar para a saquinha.

E para acabar:

Deixa-te disso, fica-te mal.
Não tenhas medo de um dedito.
Fazer uma Ecografia Rectal
É tão booom, nem acredito...

Boudu disse...

Eu não percebo. Está na moda falar nisso ou é mesmo uma tara vossa...
Tanta insistência num mesmo assunto. Qual a tua curiosidade galinhas? Saber se eles tiveram tanto prazer com um dedito no cu como tu tiveste? Será isso ou estas a disponibilizar-te para fazer tu o tal exame anal? Fica a duvida. Se tu não tens idade para o exame então os mais novatos como eu não temos que nos preocupar…

Pedro Galinhas disse...

Ehehehe. O Bombas e a sua visícula. Eu se tivesse problemas na visícula, nem um molhinho comia, nem um copo de binho eu botaba na boca...ai, ai..
Eu queria aqui apelar para um dos nosso cotas, o Pedro Engenheiro, quase Doutor por extenso: ó sr Doutor Orelha, o senhor terá já idade para ter feito um examinho da dita prosta. Não quer contar como foi? Era bonito! Não há os do Parkinson que vão à tv dar entrevistas? E os mudos, não dão entrevistas na rádio a contar como é? Não vão os do HIV e os do cancer? A partir dos 30 a decadência pode ser uma realidade. Eu já me estou a ver, por exemplo com o Bombas, na nossa velhice a ser chupados pelas malucas no alpendre, nas nossas cadeiras de balanço, enquanto falamos ininterruptamente nas nossas cirroses e espandiloses, pace makers, do tomate que tiveram que tirar ao bombas, do naco de fígado que me transferiram para o pâncreas. And soyone and soyone.

canjas disse...

Segundo um nosso enviado especial no Brasil, o Galinhas já fez o exame da prosta e não quer dizer. Existem duas versões, falta saber qual é a verdadeira.

1ª-
O Galinha foi fazer exame de prósta e levou uma arma consigo.
Quando ele olhou pro médico, um negão de dois metros e dez de altura e viu a grossura descomunal dos seus dedos, sacou a arma.
— Meu senhor! O que é isso? — exclamou o médico, assustado — Guarde essa arma!
— Calma, Doutor... Eu só vou deixar a arma aqui na mesa enquanto o senhor faz o exame.
— Mas por que você trouxe uma arma pro exame? Você é policial? Segurança?
— Não, doutor... Eu só queria pedir uma coisa pro senhor...
— O que é? — perguntou o médico, preocupado.
— Se eu tiver qualquer demonstração de alegria o senhor me dá um tiro?

2ª-
O Galinhas foi fazer um exame da prósta. Quando o médico lhe meteu o dedo de uma só vez, ele disse:
- Nã tô aguentandu dotor, vô gritari!
O médico alertou-o:
- Acho melhor não ! A recepção está cheia de pacientes à espera e é feio pra ti.
E o médico continuou o exame.
- Nã tô aguentandu, vô ter que gritari! - disse o alentejano novamente.
E o médico impaciente diz:
- Grita então!!!
O Galinhas:
Aiiiiiiii kiço aqui tá muito bom, isso aqui tá bom demais! Aiiiiiii kiço aqui tá muito bom, isso aqui tá bom demais!

Agora, ele, o Galinhas que diga qual destas duas histórias é a verdadeira....

Pedro Galinhas disse...

Bem, a versão verdadeira apresentada polo Canja, embora se tivesse enganado a dada altura e botasse alentejano em vez de Galinhas é a segunda, em que eu digo pró Doutor: Olha quisso aqui tá muito bom, quisso aí tá bom dimaaaaiss...ehehehehehe..fui acaço...parbéns Canja, a tua prespicácia é a de um Papa no desemprego.

CANJA PARA PAPA!
RATZINGER PRO DESEMPREGO!
CANJA PARA PAPA!
BENTO, VAI PÁ TUA TERRA!
DEIXA O OFÍCIO DE SANTO PADRE PARA QUEM SABE!
VAI PARA ALEMANHA GNU!

Dr.Lux0 disse...

A PRÓSTA
Podes passar quase toda a vida sem saber que tens uma prósta e um dia, de repente, ela começa a fazer das suas. Os teus amigos começam a ter problemas com ela. O teu médico diz que tens de fazer um exame rectal e, uma vez por ano, um teste chamado PSA. Mas afinal que problemas podemos ter na prósta?
-Prostatite (Inflamação da prósta)
-Prostatite aguda (sintomas): Febre, calafrios, dor, ardor ao urinar, necessidade de ir com frequência ao W.C. e, provavelmente, umas gotinhas de sangue na urina.
-Prostatite crónica (sintomas): Iguais à aguda, mas sem febre nem dor tão intensa.
Em qualquer caso, trata-se de uma infecção bacteriológica e a solução consiste num simples tratamento com antibióticos.
A infecção da prósta pode fazer-se sentir em qualquer idade. Alegra-te se for só isso. Se te serve de consolo, é bem provável que o médico te aconselhe a aumentar o efeito dos medicamentos aumentando a frequência das ejaculações (?????) para eliminar a bactéria.

Também pode desenvolver-se uma inflamação não bacteriológica, ou seja, sem infecção. Os sintomas são similares, mas terás menos problemas a urinar. É muito mais comum que a variedade bacteriológica. Infelizmente, não se conhece nem a causa nem a cura. Os médicos não podem prescrever mais que ibuprofeno e banhos quentes.
- A prostatodinia, que dói pa caralho, mas pensa-se que a causa seja um espasmo muscular num nervo beliscado. Os únicos remédios são os banhos quentes e, em certas ocasiões, um relaxante muscular.
- Crescimento da prósta ou hiperplasia prostática benigna. Começa a crescer a partir dos 40 anos e só para nos 80, aumentando o tamanho até cinco vezes. Existem várias teorias que procuram explicar a razão deste fenómeno, mas ainda ninguém o conseguiu perceber. Ou pelo menos, até agora. Saberás que tens um problema se notares algum destes sintomas chave:
- O jacto da urina diminuiu em força e em volume.
- Tens dificuldades em começar a urinar ou em manter o jacto.
- Tens vontade de urinar com mais frequência.
- Vais ao W.C. várias vezes por noite.
- Quando acabas, continuas com vontade de urinar.
Estes sintomas devem-se ao facto de a prósta rodear a uretra e, quando esta incha, estreita o tubo. Além disso, precisamente aí, existe um músculo esfíncter que, na realidade, faz parte da prósta. Geralmente está fechado para evitar o gotejamento e, para que possas urinar, tens de relaxar. Em alguns homens os sintomas produzem-se porque o músculo não pode relaxar correctamente.
Se fores ao médico e explicares o sucedido, é provável que ele te peça para preencher uma ficha detalhando todos os sintomas e que proceda a um exame rectal para comprovar o tamanho da prósta. Estes passos ajudar-te-ão a escolher um dos três tratamentos possíveis:
- Espera alerta; Medicação; Cirurgia.
A espera alerta está reservada aos pacientes que ainda não apresentam sintomas preocupantes. Alguns deles acabarão por se submeter à cirurgia porque os problemas pioraram, mas a espera não os agrava.
As soluções médicas incluem um tratamento alfa-bloqueante para ajudar a relaxar o músculo esfíncter ou finasteride para estreitar a glândula em cerca de 30%.
Se nenhuma dessas opções funcionar, existe uma solução cirúrgica comum: a ressecção transuretral da prósta. A maior parte dos pacientes que se submeteu a esta operação está contente com os resultados.
A cirurgia é necessária quando o excessivo crescimento da prósta provoca hemorragias, infecções recorrentes, deficiências no funcionamento dos rins ou incapacidade para urinar.
Desvantagens: Ao cortar o músculo esfíncter, passa a haver ejaculação retrógrada. Isto é, o sémen é desviado para a bexiga durante o orgasmo (????); um efeito secundário sem importância. Não se pode dizer o mesmo da impotência e da incontinência, duas sequelas das quais provavelmente já ouviste falar muito, embora não sejam muito frequentes.
Existe um tipo de intervenção menos complicada: a incisão transuretral da prósta. Em vez de cortar uma parte da prósta, o médico limita-se a fender a glândula para ficar aberta e aliviar a pressão sobre a uretra.
Cancro da prósta
Os médicos têm a esperança que, quando detectado com antecedência, tenha muitas hipóteses de cura. Como forma de prevenção, recomenda-se um exame rectal anual a partir dos 40 anos e um teste do PSA anual a partir dos 50.
A verdadeira razão para todos este testes é que, ainda que o cancro da prósta seja curável em grande parte dos casos, este não apresenta sintomas visíveis até que seja demasiado tarde.
Quando se detecta um cancro, geralmente os médicos optam por atacá-lo desde o primeiro momento, mas isso é porque a maioria dos cancros responde aos tratamentos convencionais, como a quimioterapia. Com o cancro da prósta não, por isso tem paciência se o médico não te disser de imediato o que deves fazer e, em vez disso, te colocar estas três alternativas:
- Espera alerta. Simplesmente, espera-se que o cancro da prósta não te vá matar antes de outra coisa.
- Radioterapia. Trata-se de uma opção adequada para homens adultos que querem sobreviver até que outra doença os leve.
- Prostatectomia radical. Se diagnosticada a tempo, a extirpação da prósta acaba radicalmente com o cancro e o risco de disfunção eréctil não é tão elevado como antigamente.
A cirurgia também provoca incontinência temporal em alguns pacientes e permanente em outros.

Foi a minha contribuição para o tema - PRÓSTA

Pedro Galinhas disse...

Isso foi uma contribuição?! O que acabas de fazer é um tratado sobre a prósta, caralho! Ehehehe...estas análises científicas do Luxo são um luxo! Por isso à que ele é um Doutor. Dr. Luxo!

Dr.Lux0 disse...

É bom que se saiba tudo sobre um tão importante orgão masculino: a prósta

Ainda tenho 4 anitos até me começar a preocupar com isso, mas ele há alguns (no Amial) que se devem preocupar desde já... Alguns até podem querer ficar com uma prósta 5 vezes maior, para depois andarem a dizer que têm um sardão de metro (sem terem de meter roupa interior para avolumar)... Sardão de metro. És mazé mazé.
É como o outro:
Deusa do Amor - Vénus de Milo
Deus do Amor - Pénis de Quilo

Pedro Galinhas disse...

Prosta de metro, pénis de metro
Prosta pequena,pénis de centímetro
Prosta minúscula, pénis de milímetro
Sem prosta, sem pénis, ou com cona

És masé masé!

Anónimo disse...

ó cigano!! onde estás?? tu sabes!! sabes, sabes!! ó conta! nós vimos.... e tu sabes que nós vimos!! ó conta! tu sabes!! sabes, sabes!!! estamos á espera que contes o que sabes! faz como eu, conta e assina anónimo.....